Bem-vindo à Vinci Hair Clinic!

Não é fácil encontrar a rotina capilar certa. Com frequência, você acaba com um cabelo seco e quebradiço ao invés do visual desejado. Com a estação quente se aproximando e as temperaturas subindo, manter um cabelo hidratado e saudável fica mais difícil. A exposição ao sol pode ter um impacto grande em seu cabelo.

Conseguir o tipo de cabelo que pode ser penteado sem medo de quebrar é difícil, mas não impossível. Os especialistas sabem disso. Neste artigo, pesquisamos suas sugestões para resolver o mistério do cabelo quebradiço e os passos necessários para regular o seu cabelo. Vamos examinar os problemas como exposição ao calor e o uso de ferramentas. Leia mais para descobrir!

  1. Uso excessivo de calor

A maioria das pessoas usam alisadores ou secadores de cabelo depois do banho para secar mais rapidamente e pentear da forma desejada. Essa pressa pode levar ao cabelo quebradiço e fraco. Será que isso significa que você deve parar de usar as ferramentas de uma vez por todas? A resposta é não, mas os especialistas dizem para ter moderação.

“Para pessoas que usam as ferramentas no cabelo, recomendamos apenas usá-las de três a quatro vezes por semana”, diz o estilista de celebridades Linh Phan. Ele sugere manter a temperatura abaixo dos 200º C. Além disso, o tricologista e cientista Dominic Burg recomenda evitar aplicar muito calor no cabelo úmido, pois a raiz seca mais rápido e enfraquece a estrutura capilar.

  1. Tingir o cabelo excessivamente

Se você tinge demais seu cabelo, pode causar graves danos, mas isso pode ser revertido e prevenido com os devidos cuidados do couro cabeludo. Burg sugere: “Invista em uma boa rotina capilar e de couro cabeludo para se certificar de manter seu cabelo no melhor estado, podendo usar tratamentos sem medo de enfraquecer ou quebrar seus fios.”

Parar de tingir pode deixar o cabelo menos quebradiço e seco. Se as circunstâncias não permitirem isso, use uma máscara de condicionamento profundo durante a noite. Isso vai nutrir seu cabelo enquanto dorme e fortalecer os fios. Apenas enrole em uma toalha para não vazar o líquido no travesseiro.

  1. Lavar em excesso

Burg explica que “Quando a água entra na fibra capilar, ela enfraquece a estrutura interna, quebrando os fios e levando ao ressecamento com o tempo.” Embora a lavagem remova o acúmulo de sujeira do cabelo, o excesso de limpeza pode abrir a cutícula capilar, permitindo que a água entre na estrutura interna.

Lavagem frequente também permite que os xampus retirem a cera e os óleos naturais que formam uma camada protetora no cabelo. A frequência recomendada varia entre indivíduos. Consulte um especialista capilar para ajudar a determinar isso.

  1. Produtos capilares que danificam a textura

Andrew Fitzsimons, outro estilista especializado, sugere que você escolha produtos capilares que combinem com sua textura capilar para evitar danos. “Cabelo encaracolado ou oleoso geralmente é mais seco, e portanto mais suscetível à quebra. Por conta do padrão enrolado, os óleos naturais não conseguem chegar até as raízes.”

Se o seu cabelo demonstra sinais de ressecamento excessivo, considere cortar o uso de alguns produtos e faça condicionamento profundo ao menos uma vez por semana. Linh Phan aconselha cobrir seu cabelo com um lenço ou usar uma fronha de seda para protegê-lo enquanto dorme. Isso pode não apresentar resultados imediatos, mas a melhoria será vista com o tempo.

  1. Uso excessivo de sulfatos

Dominic Burg afirma que muitos produtos capilares do mercado (principalmente os baratos) incluem ingredientes sintéticos nocivos que podem retirar os óleos naturais do cabelo. Os sulfatos são particularmente perigosos. Comumente encontrados em xampus, os sulfatos deixam o cabelo ressecado e irritam o couro cabeludo.

Procure por produtos capilares que usam alternativas aos sulfatos, com ingredientes naturais como o óleo de castrol, coco ou de argan. Eles podem limpar seu cabelo sem remover os óleos essenciais para o crescimento saudável.

  1. Secar o cabelo ao ar livre

Embora o calor em excesso seja um problema, deixar o cabelo secar ao ar livre não é a solução. Burg diz que “quanto mais tempo o cabelo fica molhado, mais dano ocorre nas estruturas internas. Secar o cabelo com um secador na temperatura baixa é uma forma importante de diminuir o dano.”

Estudos revelam que secar ao ar livre pode danificar seu cabelo da mesma forma que usar muito calor. O calor excessivo danifica a camada externa dos fios, e deixar o cabelo secando ao ar livre pode danificar a parte interior.

  1. Cortes regulares

Cortes regulares no cabeleireiro podem levar tempo, mas isso pode melhorar a textura do seu cabelo. Andrew Fitzsimons afirma que “aparar o cabelo ao menos uma vez a cada oito semanas mantém seus fios saudáveis e livre de pontas duplas.”

Conclusão

Cuidar do seu cabelo é um tempo bem gasto. Um cabelo saudável e bem hidratado tem menos probabilidade de cair, dando a você a confiança que precisa.

Pequenas mudanças na sua rotina capilar, como redução do uso de calor e menos limpeza, podem fazer a diferença. Se você não perceber uma melhoria, pode ser hora de conversar com um especialista. A Vinci Hair Clinic oferece uma avaliação gratuita a todos os novos clientes. Entre em contato e marque o seu horário ainda hoje!