Bem-vindo à Vinci Hair Clinic!

O cantor e produtor musical senegalês-americano Akon proclama em sua conta no Instagram sua ambição de mudar o mundo ‘um passo de cada vez’. Recentemente, o rapper descobriu que mudar sua aparência pode ser um problema. Depois de revelar que ele tinha ido à Turquia para um transplante de cabelo, Akon teve que aguentar a trollagem de ‘fãs’ apontando que sua nova linha do cabelo parecia um pouco estranha, que era muito reta e muito para a frente.

As razões do cantor escolher viajar para o transplante de cabelo foram baseadas no custo; simplesmente, seu procedimento na Turquia custou muito menos do que se ele tivesse escolhido fazê-lo nos Estados Unidos. Isso levanta a questão: a cirurgia de transplante capilar deve ser sempre uma busca pelo menor preço ou há outras questões mais importantes a serem consideradas?

Continue lendo para saber mais!

Turismo de transplante capilar

Nos últimos anos, houve um grande aumento no número de pessoas que viajam para países como Turquia, México, Tailândia e Caribe para fazer transplantes capilares. O Estudo de Transplante Capilar Medihair 2021 revelou que o custo era um fator importante na decisão das pessoas quando se tratava de escolher uma clínica de transplante capilar. Cerca de 46% dos entrevistados expressaram vontade de viajar para o exterior para fazer uma cirurgia se o preço fosse bom.

Não há como negar que você pode obter um transplante de cabelo muito mais barato nos países mencionados acima do que, digamos, no Reino Unido ou nos Estados Unidos. Há várias razões para isso. Os salários são muito mais baixos nos destinos de “turismo de transplante”, enquanto o custo de alugar ou comprar espaço clínico também é muito mais barato. Além disso, a concorrência acirrada entre os prestadores de serviços resultou em preços ainda mais baixos. Parece o sonho de qualquer consumidor, certo? Bem, na verdade não. Para algumas pessoas, de fato, a realidade é mais uma experiência de pesadelo.

Clínicas piratas

A Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar (ISHRS) é uma associação médica global sem fins lucrativos. Tem uma página em seu site alertando que os clientes de transplante de cabelo em todo o mundo estão sendo atraídos para o que descreve como “clínicas piratas do mercado negro”. Ricardo Mejia, médico e presidente do ISHRS Committee on Issues Pertaining to the Unlicensed Practice of Medicine, afirma que a cirurgia nessas clínicas geralmente é realizada por pessoas com pouco ou nenhum treinamento médico.

O problema identificado pela ISHRS é que os clientes estão dependendo da sorte quando entram em uma dessas clínicas. Quem está realizando a cirurgia de transplante capilar? É um cirurgião qualificado e experiente ou é um técnico? Quais são suas habilidades para fazer o trabalho? O que, em resumo, você sabe sobre as pessoas em quem confia para fazer sua cirurgia? O resultado é que os clientes ficam com, nas palavras de Mejia, ‘complicações malfeitas e cicatrizes e fios de cabelo que não são normais e desfiguram’.

Mesmo os clientes que se dão ao trabalho de pesquisar uma clínica com antecedência podem ser afetados; Os meios de comunicação do Reino Unido rotineiramente publicam histórias de horror sobre transplantes que deram errado, apesar dos melhores esforços dos indivíduos para identificar provedores confiáveis. O problema é que identificar as obscuras “fábricas de transplantes” pode ser difícil diante de um material de marketing astuto que esconde uma infinidade de erros.

Linha capilar natural

Há outro problema para os viajantes também. Grande parte do trabalho importante envolvido em um transplante de cabelo é feito em consulta com o cirurgião antes e depois da cirurgia. É quando o cirurgião vê de perto o cabelo do cliente. É quando a nova linha do cabelo do cliente é desenhada e as áreas do couro cabeludo que requerem mais enxertos são identificadas. As revisões pós-cirúrgicas permitem que a equipe médica avalie o progresso e identifique possíveis problemas.

Viajar para o exterior para fazer um transplante capilar diminui a oportunidade desse tipo de encontro. Muitas vezes, o último contato que um cliente tem com uma clínica no exterior é quando ele sai de casa após a cirurgia.

Conclusão

Ao considerar um transplante de cabelo, é importante colocar a segurança e a qualidade acima de todas as outras considerações. Embora os transplantes capilares modernos sejam minimamente invasivos, eles ainda são um procedimento cirúrgico. Você quer ter certeza de que a pessoa que está realizando a cirurgia tem as habilidades para fazê-lo. Mesmo que essa pessoa tenha as qualificações certas, ela é suficientemente qualificada e experiente para fornecer a você um resultado que você ficará feliz em ver pelo resto da vida?

Se você está fazendo sua pesquisa sobre provedores de transplante capilar, vale a pena conferir a Vinci Hair Clinic. Somos um dos maiores fornecedores de restauração capilar do mundo, com uma rede de clínicas em vários países e continentes. Oferecemos uma consulta gratuita e sem compromisso a todos os nossos novos clientes. Isso pode ocorrer pessoalmente ou por meio de fotos no WhatsApp. É só entrar em contato e agendar!